TOP

15 vinhos brasileiros para você acertar na escolha

O 7º Concurso Internacional de Vinhos premiou 53 rótulos com medalha de ouro das mais de 700 amostras inscritas, tanto importados quanto nacionais. Se você tinha dúvidas, agora não precisa mais se preocupar: escolha uma garrafa e aproveite!
MdeMulher – Culinária – Ed. Abril

Read More
TOP

Está de Férias e vai Viajar? E daí, bora fazer um bom Treino!

    Você tira férias e não sabe o que fazer para não deixar de treinar e manter o peso?! Não se preocupe! Pensando em você que treina o ano inteiro, com disciplina e dedicação, e está chateado por ter que abandonar o treino por uns dias porque vai viajar, elaborei umas dicas comportamentais bem …

Continue lendo »
Dicas de Treino

Read More
TOP

Diga Adeus à obesidade

 

A obesidade se caracteriza pelo acumulo anormal ou excessivo de gordura corporal que pode prejudicar a saúde. Basicamente, ela é resultado de uma alta consumação de calorias em comparação ao gasto de energia durante o passar dos anos. Não devemos confundir obesidade com sobrepeso, que também é uma alteração considerável, mas não tão preocupante. Para identificar se uma pessoa estaria classificada no conceito de obesidade não basta avaliar apenas o seu peso. Uma das formas mais utilizadas para determinar se os níveis de gordura estão dentro dos limites recomendados é o IMC, Índice de Massa Corporal. O índice é calculado dividindo-se o peso (kg) pela altura ao quadrado (m2). Resultados acima de 30 são considerados casos de obesidade, que contribui para o desenvolvimento de doenças crônicas, tais como diabetes, hipertensão, apneia do sono, doenças cardiovasculares e pode atingir níveis tão gravosos ao ponto de diminuir a expectativa de vida em até dez anos.

As causas da obesidade são inúmeras, alterações psicológicas, físicas e, principalmente, a mais tradicional delas, fatores genéticos. Porém, não podemos atribuí-las apenas ao indivíduo. A indústria de alimentos também é responsável pelo crescente número de pessoas obesas no mundo. Atualmente as mensagens publicitárias estão formando conceitos em relação aos alimentos mais do que a própria experiência de prová-los. A opção por alimentos pouco nutritivos e com altos índices calóricos é estimulada pela propaganda, que altera a percepção visual, e nos faz considerar os produtos anunciados mais saborosos. Para elevar os lucros, convencem-nos a ingerir grandes quantidades de componentes químicos, como aromatizantes e corantes artificiais, agrotóxicos e fertilizantes. Da mesma forma, com a finalidade de aumentar sua produção, a indústria alimentícia também investe na modificação genética de alguns alimentos, chamados transgênicos, mais rentáveis do que os cultivos convencionais ou orgânicos.

Em contrapartida está a abordagem que defende um estilo natural de alimentação, baseada em alimentos cultivados sem qualquer componente químico. A busca por este tipo de produto ganha cada vez mais adeptos, na expectativa por alimentos ricos em minerais, fibras, vitaminas, e substâncias bioativas originais do alimento, que não tenham sofrido alterações. Os produtos naturais favorecem não apenas a perda de peso, no caso de tratamentos contra a obesidade, como também previnem doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.

A expansão deste mercado e avanços ocorridos em estudos científicos resultaram no desenvolvimento de fórmulas fitoterápicas como alternativas naturais para auxiliar o controle do apetite na luta contra a obesidade. O suplemento alimentar Ultra Slim System é um composto de fibras que se insere no conceito de combate à alimentação não saudável propagado pelas indústrias que fomentam a obesidade. O Ultra Slim System produz maior grau de saciedade, resultando em considerável redução no consumo de açucares e gorduras saturadas. Estar mais saciado reduzirá a necessidade de fazer refeições com tanta frequência, acarretando em consequente perda de peso. Sua fórmula inibidora do apetite é absolutamente natural e recomendável para quem deseja emagrecer, mas tem dificuldade de resistir aos apelos das mensagens publicitárias, que pouco se importam com a saúde e bem estar dos consumidores.

Read More
TOP

Música e bilinguismo retardam efeitos do envelhecimento


Cérebros de idosos que tiveram aulas de música quando crianças, mesmo que não tenham tocado nenhum instrumento musical por décadas, respondem mais rápido ao som da fala do que pessoas sem base musical. A habilidade, importante para interpretar o que outra pessoa diz, é inevitavelmente comprometida ao longo dos anos. Mas em indivíduos ‘musicais’, o processo é mais lento, conforme mostrou uma pesquisa realizada pela Universidade Northwestern, nos EUA. Um artigo sobre o trabalho foi publicado no periódico científico Journal of Neuroscience.

Mais. Falar um segundo idioma também pode retardar a demência. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Edimburgo, no Reino Unido, e o Instituto de Ciências Médicas Nizam, na Índia, mostra que mesmo analfabetos podem ser beneficiados com o bilinguismo, o que significa que o efeito protetor não depende da educação, gênero ou região em que um indivíduo mora. A equipe acredita que diferentes sons, palavras, conceitos, estruturas gramaticais e normas sociais são como exercícios para o cérebro.

Veja também:

- Rap pode ajudar a controlar a pressão sanguínea
Trabalho associa uso de Viagra e perda da audição
Pessoas com Alzheimer memorizam melhor mensagens cantadas

Ciência Diária

Read More
TOP

Doença renal crônica afeta um em cada dez adultos em todo o mundo, diz novo estudo da OMS

O diabetes e a hipertensão, em conjunto com o envelhecimento, são os principais fatores de risco para o desenvolvimento de uma doença renal crônica, que, de acordo com estudos, afeta um em cada dez adultos em todo o mundo. Atividade física é essencial para evitar doenças crônicas. Foto: OPAS/OMS Para reverter esta situação, a Organização Mundial da Saúde (OMS)/Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) pede aos médicos que incorporarem testes ou marcadores de lesão renal para pacientes…
Todos os artigos – nutricaosaude.webnode.com.br

Read More
TOP

Níveis de estresse patológico atingem 44% dos executivos

Veja o Álbum de fotos
UOL Mulher

Read More
TOP

Aplicativos gratuitos a favor do seu bem-estar

Seu smartphone ou tablet pode ser utilizado em benefício do seu corpo. Você sabia?
Viver Bem

Read More
TOP

Barraquinha chique: comida de rua feita por chefs a preços acessíveis

Sanduíches incríveis, raspadinhas e pratos do Norte são algumas das delícias oferecidas por chefs badalados de São Paulo fora dos restaurantes, em barracas e trailers, com um precinho camarada. Corra para experimentar as comidinhas!
MdeMulher – Culinária – Ed. Abril

Read More
TOP

Sempre na moda: Pied de poule

Já falamos algumas vezes por aqui sobre a tendência do xadrez (AQUI e AQUI), e como ela está mais forte que nunca trouxe para vocês um “parente”, mesmo que um pouco distante de um dos símbolos da moda de rua.

 

pieddepoule1 Sempre na moda: Pied de poule

O pied de poule, ou pé de galinha, é um desenho bicolor caracterizado pela repetição de pequenas figuras abstratas de quatro pontas que se assemelham a um xadrez partido. As cores tradicionais são o branco e preto, mas já encontramos em várias outras cores… Quando o desenho aparece grande, é chamado de pied coq, ou, pé de galo.

 

 

pieddepoule2 Sempre na moda: Pied de poule

 

Eu considero a estampa como um clássico, especialmente nas cores tradicionais, e o mais bacana é que ela passeia entre os looks mais sérios e formais, até os mais modernos, mesclando com estampas distintas, texturas que fazem sobreposição, ou mesmo com peças bem low profile, como camisetas e tricôs.

 

pieddepoule3 Sempre na moda: Pied de poule

pieddepoule4 Sempre na moda: Pied de poule

pieddepoule5 Sempre na moda: Pied de poule

pieddepoule6 Sempre na moda: Pied de poule

pieddepoule7 Sempre na moda: Pied de poule

Pra quem busca um peça sofisticada que te dá muitas opções, essa é uma ótima escolha.

 

E vocês, gostam dessa estampa?

Eu Capricho

Read More
TOP

Como ficar em forma na adolescência

Como ficar em forma na adolescência
Revista Época > Saúde e bem-estar

Read More